Como Sair das Dívidas em Circunstâncias Aparentemente Impossíveis

por | 28 de janeiro de 2016

Está difícil saídas dívidas? Sempre há uma solução, mas é importante que você entenda que, apesar das várias opções que aparecem por aí, há casos – vários deles – que são tramoias para enganar e até mesmo aumentar a sua dívida sem te livrar das anteriores. A atenção e a curiosidade são as habilidades das quais precisará lançar não para conseguir sair das dívidas.

Bancos e financeiras oferecem diversas modalidades de empréstimos e formas charmosas de pagamento. Se por um lado há formas que as instituições oferecem para que elas não saiam no prejuízo, há outros truques para arrancar o máximo do contratante e aumentar seus débitos. Os juros são os principais monstros monetários a serem temidos.

Quando aceitar uma proposta?

O primeiro passo na hora de resolver seus problemas e sair das dívidas em circunstâncias, até então, impossíveis é decidir que vai precisar de ajuda. As consultorias financeiras estão aí para dar uma mão. Procure profissionais qualificados e com renome. Não abrace propostas sem embasamento, pois por de perder ainda mais dinheiro. Há consultorias gratuitas que levam a sério os interessados. Até mesmo videoaulas no Youtube ou sites gratuitos oferecem dicas para controlar melhora as finanças e deixar a desespero em outra página da vida.

Os golpes mais comuns se aproveitam do desespero financeiro das pessoas

Há diversas empresas falsas – ou espertas – que aproveitam que há muitas pessoas buscando formas de se livrar de dívidas ou conseguir empréstimos para extrair algum lucro. Companhias que prometem limpar o nome de quem está inadimplente, devolver um valor pago por algum produto ou serviço, renegociar dívidas por acreditarem que “os juros estão muito altos e fora da lei”, etc. Uma das formas mais tranquilas de enganar alguém é quando a pessoa está desnorteada.

Saiba mais sobre seus direitos e entenda o que a lei diz

Alguém com uma dívida estratosférica deve procurar a lei e o que ela diz sobre cada ponto que envolve empréstimos e valores. A taxa de juros cobrada, por exemplo, pode estar acima do que permite a legislação. Se for o caso, será obrigatório um estorno ou redução nos valor das parcelas seguintes. Uma busca pode até mesmo revelar se o negócio que você fez está dentro da lei ou é uma operação financeira não permitida. Uma empresa com más intenções também pode ser desmascarada de uma forma simples, como essa.

O ponto básico é conferir o Código de Defesa do Consumidor.

Coloque tudo no mesmo “bolo”

A organização é importante, já que, para sair de situações de dívida que aparentam ser impossíveis de se livrar, é preciso saber primeiramente quanto e para quem se deve.

Procure colocar todas as dívidas no papel: águas, luz, celular, empréstimo, escola, renegociação, parcela da TV, parcela do computador, etc. Transformando toda a dívida em apenas uma cifra, você consegue a base para calcular tudo que fizer a partir de então. É com esse valor em aos que descobrirá quanto dinheiro precisará para pagar e quantos meses ou anos levará, pagando sempre a mesma quantia por mês, para quitar. Com a organização é até possível conseguir que sobre algo por mês, mesmo com muitas dívidas, para pouoar ou tapar outros buracos.

Conte com a família Para sair da dividas

Para poupar e ter mais dinheiro para pagar as parcelas da dívida, é necessário que todos que dividem a casa compreendam a necessidade da economia. Se as contas de água, luz e telefone diminuírem, será um dinheiro extra que fará uma grande diferença. Mudanças simples no dia a dia são suficientes para que centenas de reais sejam poupados. Menos tempo de chuveiro, de torneira, de mangueira ou apagar as luzes e desligar a TV e outros aparelhos da tomada quando não estiverem em uso são detalhes relevantes.

Faça pequenos sacrifícios por um bem maior

Deixar de comprar o que não precisa por um tempo ajuda a guardar dinheiro. Não que nunca mais possa faze algo superficial, mas pegue leve apenas até estar mais tranquilo financeiramente. O objetivo é quitar as dívidas, feito isso, é hora de comemorar e colher os frutos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *