Tradicionais cerimônias e festas sociais: gastos supérfluos ou formalidades positivas?

por | 6 de Janeiro de 2016

Cerimônias e eventos sociais, como festas matrimoniais, de aniversário e de formatura, são considerados importantes para uma boa parte da população.

Contudo, para quem os organiza, os gastos podem representar uma soma significativa, e nem sempre compatível com o orçamento familiar.

Não são raros os formandos que contraem dívidas grandes para pagar a festa de formatura. Valores que se guardados poderiam ser investidos, utilizados em cursos complementares, ou no início de um negócio próprio. Da mesma forma, há casais que pagam a conta da festa matrimonial em muitas parcelas, e em alguns casos a dívida é mais duradoura do que o próprio tempo de duração do matrimônio. Se economizados esses gastos, os valores poderiam ser utilizados, por exemplo, na economia doméstica, na compra de móveis, ou no planejamento previdenciário.

Se somados os gastos anuais com festas de aniversários dos familiares, os valores podem ser bastante surpreendentes. Dificilmente esses gastos acumulados em anos são registrados. Depois de uma década, por exemplo, a soma dos valores pode alcançar patamares bastante elevados.

Trata-se apenas de uma escolha para quem aprecia esses eventos sociais, e o orçamento familiar comporta bem os gastos decorrentes, sem ainda se importar em realizar gastos que se evitados poderiam significar possibilidades de investimentos. Já para quem esses gastos podem representar perigos no orçamento familiar atual ou futuro, é prudente rever as prioridades financeiras.

Aniversário Solidário

Para quem faz questão de uma festa de aniversário, o aniversário solidário é uma boa alternativa para economizar e ainda colaborar com uma ação benemérita. Com criatividade, o evento é capaz de cumprir bem essa proposta.  Pode-se fazer contato com uma instituição social comprovadamente confiável, como um orfanato ou asilo, e oferecer que a festa seja lá sediada. Com isso, evita-se o aluguel de salão, e os participantes da instituição também são brindados com o evento. Em vez de presentes, os convites podem sugerir doações para a instituição. As bebidas e os alimentos do evento também podem ser levados pelos convidados.

O aniversário solidário é uma forma de tornar o aniversário mais do que apenas um evento de autoexaltação ou em benefício próprio. Sua intenção proporciona compartilhar o evento em benefício de uma boa causa.

Formatura Solidária

O evento de formatura celebra a conclusão de uma etapa importante da carreira do profissional. Em geral, o evento se reserva somente a exaltar os esforços dos formandos, com o prestígio de familiares e amigos. Todavia, a celebração da formatura pode ir além, e mostrar para a sociedade que os novos profissionais também estão engajados em defender boas causas, além do exercício regular da profissão.

Para exemplificar, vejamos a projeção de uma formatura solidária de medicina veterinária.

A atividade da medicina veterinária se desenvolveu muito ao longo do tempo. A medicina veterinária, além da evolução tecnológica e de conhecimento, conta com diversas especialidades, outrora impensáveis no tratamento dos animais.

A sociedade, porém, não espera somente a competência técnica do veterinário, mas também uma postura de respeito com os animais e seus proprietários, além de uma atitude socialmente responsável.

A formatura solidária é o tipo de evento que une a celebração dos formandos e o engajamento perante uma boa causa.

É natural que o tema da formatura de veterinários seja relacionado com os animais. São inúmeros os personagens baseados em animais, e eles podem alegrar o ambiente com figuras e ilustrações. As músicas podem ser prioritariamente ligadas aos personagens animais, ou que tenham o tema animal em destaque. São muitas músicas com estas características, principalmente as músicas temas de animais personagens. Basta que escolham as preferidas. Para completar a parte lúdica, gincanas ou jogos de perguntas e respostas podem ser feitos. O conteúdo pode ser mesclado com perguntas sobre animais personagens, animais reais, veterinária e dúvidas comuns de leigos.

Para não ficar apenas no campo da fantasia, seria bom também exaltar animais reais com papel de destaque na história. Como exemplo, a cadela Laika, primeiro ser vivo terrestre em órbita, Dezik, Tsygan e Lisa, os primeiros cães que realizaram voos sub-orbitais, Bluey, considerado o cão de maior longevidade do mundo (29 anos), Sockington, o gato que reuniu mais de um milhão de seguidores no Twitter, a ovelha Dolly, primeiro mamífero clonado com sucesso a partir de uma célula adulta, o polvo Paul, famoso por acertar todos os seus palpites no mundial de futebol de 2010, e o Brown Dog Affair, vítima de vivissecção em 1903, cuja estátua, em Londres, sempre representou um símbolo contra a vivissecção.

A postura contrária à vivissecção, por sinal, é uma causa importante que os veterinários podem defender. Ainda quanto ao lado solidário da formatura, poderia ser convidada alguma entidade séria que trabalha no resgate de animais em risco e promove adoções. Poderia ter um pequeno espaço para se falar das atividades, e a distribuição aos convidados de panfletos com animais disponíveis para adoção.

Algumas formaturas solidárias também se dispõem na arrecadação de fundos e contribuição com doação de materiais para entidades que realizam trabalhos relevantes em determinadas causas das quais os formandos acreditam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *